Servidores Públicos decidem manter greve até conclusão de pagamento por parte da PMM


Servidores Públicos decidem manter greve (Foto: Caio Vale/Mossoró Notícias)
O que foi definido na assembleia de hoje (7) com os servidores que ganham acima de 3 mil reais?

Foi definido que a greve continua até que os outros servidores recebam também os seus pagamento. Dos que receberam hoje, alguns decidiram voltar ao trabalho, mas nós não damos a greve por encerrada hoje, nós votamos pela continuidade, e, como estratégia vamos visitar os locais em que os profissionais não receberam ainda os seus rendimentos em um trabalho de conscientização sobre este momento.

Faremos ainda um “fakebookaço” na terça-feira (dia 12), a partir das 15 horas com a hastag #salarioemdiaprefeito porque nós queremos que a Prefeitura de Mossoró pague os nossos salários nas datas certas e já estamos nos mobilizando para que isto aconteça.

Também foi deliberado que no dia primeiro de fevereiro, se o pagamento de janeiro não for efetuado, todos os servidores devem vir para a sede do Sindiserpum onde nós realizaremos um grande ato público.

Existe alguma conversa com a prefeitura sobre a regularização destes pagamentos nos próximos meses?

 Não, inclusive nós vamos enviar um ofício à prefeitura solicitando um calendário de pagamentos para que nós possamos analisar com os servidores e acabar com esta angústia todos os meses. Eu acabei de receber aqui em minha sala uma servidora, chorando porque seu salário não foi pago e a administração diz que foi um “erro de digitação” e que ela só vai receber no final do mês, isto é um absurdo, um desrespeito, uma desumanidade. A servidora, inclusive está com depressão e tem que passar por situação deste tipo.

Nós ficamos sensibilizados e revoltados com esta situação pela qual os servidores públicos de Mossoró estão passando.

MAIS UMA TRAPALHADA DA PREFEITURA

Seguindo o seu modelo de ações desastrosas, a Prefeitura Municipal de Mossoró acaba de dar outra mancada inexplicável.

Após a “novidade” do escalonamento nos pagamentos de salários, onde os servidores foram divididos entre os que ganham mais ou menos de R$ 3 mil reais e, ferindo leis aprovadas pelo próprio Executivo local, sendo que parte dos servidores só vão receber seus rendimentos de dezembro lá pela metade do mês de janeiro, a PMM anunciou também que pagaria hoje (quinta-feira, dia 07), valores referentes ao Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).

O problema é que, como sempre sem transparência em suas atitudes, inexplicavelmente a PMM não efetuou o pagamento a todos os servidores que têm direito ao PMAQ, além disto, profissionais com o mesmo direitos receberam valores diferenciados.

“Nos chegaram casos de servidores que receberam R$ 1.020,00 e outros que não receberam nada. Então isto está novamente trazendo muito constrangimento para a categoria, que não sabe a razão de tamanha disparidade e amanhã mesmo teremos que bater à porta da Secretaria de Administração para esclarecer esta situação”. Comentou Marleide Cunha, presidente do Sindiserpum.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário