Confira o bate-papo com o atleta Anderson Moura de 9 anos, que já possui oito medalhas no Jiu-Jitsu


O Jovem lutador Anderson Moura, de 9 anos, já coleciona 8 medalhas no Jiu-Jitsu. O jovem Mossoroense, tem apenas 3 anos no esporte e já vai em busca de mais duas medalhas nos próximos meses. 

Nossa equipe conversou com o jovem atleta que contou um pouco sobre o esporte e sobre os incentivos que recebe diariamente.

MN - Quem te apoia no esporte Anderson?

AM - Meu Pai! Ele que me levou para conhecer
o esporte. Meu pai já treinava, e me incentiva todos os dias a treinar mais e conseguir grandes objetivos.  

MN - Quando você ganhou sua primeira medalha? e como foi?


AM - Ganhei minha primeira medalha logo no primeiro ano que comecei a treinar, em uma competição na cidade de Caicó. Fiquei nervoso na luta, e com isso fiquei com o terceiro lugar.

MN - Quantas medalhas você possui?

AM - Hoje tenho 8 medalhas, de diversas competições do Estado. 

MN - Quando será suas próximas lutas?

AM - Minha próxima luta é dia 20 de março em uma competição aqui em Mossoró, e depois dia 9 de abril em Natal. Vou em busca de mais duas medalhas.


MN - Você já disse que gosta de lutar. Então você pensa em seguir no esporte quando crescer?

AM - Sim! Com o apoio da minha família, eu comecei a gostar e hoje penso no meu futuro, e penso em ser um grande lutador.


MN - Você já deixou de participar de alguma luta por falta de recursos financeiros?

AM - Sim, as vezes é muito longe a competição, e a questão financeira atrapalha um pouco. Mas se Deus quiser vamos conseguir um apoio bom e vamos participar de mais competições. 

A equipe conversou também com o professor de Anderson Moura, Edigley Honorato que contou um pouco sobre o atleta.

MN - Como Anderson é nos treinos? 

EH - Anderson é um ótimo atleta, não falta treino e está sempre presente. Na academia, participa das competições os atletas que sempre estão treinando. E Anderson é um deles.

MN - Fale um pouco do Projeto Social Primeiro Passo, academia onde o Anderson treina?

EH - A academia foi um projeto meu, onde eu dei início com meus primos, e em pouco tempo foi chegando alunos, e quando a gente viu já estava com quase 60 alunos treinando. Os alunos não pagam nada, é tudo mantido por mim e algumas doações. 

MN - Como o projeto é mantido?

EH - Como te falei, hoje vivemos de doações, sempre procuro ajudar meus alunos. As outras academias nos ajuda com doações de kimonos, e vou atrás de ajuda e recursos para meus atletas participarem de campeonatos. 

"O projeto é mantido, mas no amor de ver os meninos crescerem". Disse Edigley

MN - Na academia, qual o pensamento que vocês passam para os atletas?

EH - Para os meus alunos eu procuro sempre incentivar a estudar, e ter o esporte como uma diversão. E se no futuro você conseguir do esporte se manter, ótimo! Se não, você já vai ter seu estudo para não ficar desamparado.

Quem quiser ajudar o Projeto Social Primeiro Passo, e ao jovem Anderson Moura, devem entrar em contato pelo número, (84) 9 8705-8685, e falara com o Professor Edigley Honorato, ou (84) 9 8836-8721 e falar com Alisson.

Após a reportagem, o Portal passará a apoiar o jovem lutador Anderson Moura em suas competições. 




 Por: Caio Vale | Fotos: César Filho
Compartilhar no Google Plus

1 comentários: