Segundo prefeitura, Mossoró terá 41 ônibus com 100% de acessibilidade

Mossoró terá 41 ônibus 60 dias após assinatura (Foto: Caio Vale/Mossoró Notícias)
Nos próximos 10 anos, o sistema de transporte público de Mossoró será de responsabilidade da empresa Cidade do Sol. A concessão foi obtida após a empresa se habilitar em todas as fases do processo licitatório finalizado ontem. Em até 60 dias após a assinatura do contrato, a empresa já vai começar a operar em Mossoró. Serão 36 ônibus em circulação e cinco de reserva. Toda a frota tem acessibilidade e vai atender 100% da zona urbana.

A frota apresentada pela Cidade do Sol conta com 20 midiônibus e 21 ônibus. Todos os midiônibus são de 2015, enquanto os ônibus são nove de 2010 e 12 de 2011. A idade média da frota é de apenas de 2,6 anos, enquanto a licitação previa uma idade de até seis anos. Cada midiônibus tem capacidade para 20 passageiros sentados e 34 em pé. Já os ônibus são 13 com a capacidade de 37 passageiros sentados e 25 em pé, e oito unidades com capacidade para 41 passageiros sentados e 25 em pé.

Além do aumento da frota circulando pelas ruas, uma das novidades no sistema de transporte público será a integração entre todas as linhas. O passageiro poderá se integrar de uma linha para outra sem precisar pagar outra passagem. Atualmente a integração só funciona para linha Universitária e Centro-Shopping. 

Assim que começar a operar, o valor da tarifa vai ter um pequeno reajuste. A passagem de R$ 2,80 passará a custar R$ 2,95. A mudança na tarifa foi discutida e acordada com os estudantes em novembro durante negociação do aumento, que já previa novo valor com a finalização do processo licitatório. A expectativa é que no início de maio o novo sistema de transporte público esteja em funcionamento na cidade.

“Os ônibus vão circular diariamente, das 5h às 22h30, podendo se estender até mais tarde conforme a necessidade da população. Aos domingos, os ônibus circulam com frota reduzida. O tempo médio de espera será de 20 minutos. Em universidades será até menor do que isso”, declara Ramon Nascimento, diretor de unidade de transportes da Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito. 
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário