Agentes de endemias já vistoriaram mais de 100 mil imóveis em Mossoró


Os agentes de combate a endemias já vistoriaram mais de 100 mil imóveis no município, com objetivo de orientar a população no combate e na prevenção ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de Dengue, Febre Chikungunya, Zika vírus e Febre Amarela. Os dados são do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e se referem ao período de janeiro a fevereiro deste ano.

O trabalho de vistoria desses profissionais se dá por meio de orientação e da aplicação do larvicida, quando necessária, em prédios públicos e privados, tanto da zona rural quanto da área urbana. A vistoria também se dá, em algumas localidades, em parceria com os agentes comunitários de saúde e de outras entidades comunitárias.

Segundo informa a Vigilância à Saúde, por meio do CCZ, o objetivo é visitar 100% dos imóveis em um trabalho contínuo e intenso. Por duas vezes neste ano, o município recebeu o reforço das Forças Armadas. “É importante que a comunidade se conscientize de que ela é a principal personagem no combate ao mosquito. Colocar lixo em locais apropriados, destruir criadouros do mosquito e fazer vistorias em suas casas é dever de toda a população”, afirma Karla Cartaxo, coordenadora do CCZ.

As vistorias se darão durante todo o ano e são feitas mediante mapeamento dos agentes de endemias e através de denúncias do Disque Aedes. A população deve denunciar, opinar e sugerir medidas de combate ao mosquito, além de agendar visita dos agentes de endemias por meio do (84) 3315-4833, que funciona de segunda a sexta-feira, em horário comercial. 
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário