Manifestantes voltam às ruas de Mossoró em defesa do governo Dilma

Manifestantes voltam às ruas de Mossoró em defesa do PT (Fotos: César Filho/Mossoró Notícias)
Manifestantes tomam as ruas de Mossoró na tarde desta quinta-feira, 31, em defesa do Governo liderado pela Presidente Dilma Rousseff. Os participantes do movimento pedem que a democracia seja respeitada, e destacam que o atual Governo não sofrerá golpe.

“A nossa intenção é a democracia, o protesto é em defesa do Governo Dilma”, diz o estudante Victor Oliveira, que participa da mobilização que conta com a presença de manifestantes de outras seis cidades do interior do Estado.

A Frente Brasil Popular (FBP) está à frente da organização do movimento. Além da FBP, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) juntamente com Grêmios Estudantis e Sindicatos participam do movimento.


A mobilização foi acompanhada de perto por viaturas e cavalaria da Polícia Militar (PM). Segundo o Capitão Maximiliano, subcomandante do 2° Batalhão de Polícia Militar (BPM) o manifesto contou com cerca de 200 participantes nos primeiros minutos da mobilização, destacando que o policiamento é uma medida preventiva.

O protesto teve início às 16h00 no Largo da Igreja São João, no bairro Doze Anos. Os manifestantes seguem em caminhada até a praça do Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, onde farão apresentações artísticas e culturais com participação de artistas locais. A manifestação terminará por volta das 19h00.

Segundo a organização do protesto, a data escolhida para o movimento faz referência à agenda da FBP Nacional. O dia também faz referência aos exatos 52 anos em que foi deflagrado o Regime Militar no Brasil instaurado em 31 de março de 1964, durando 21 anos, quando o então Presidente da República João Goulart sofreu golpe enquanto liderava o país.


Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário