Há 11 anos o Baraúnas goleava o Vasco de Romário em pleno São Januário


O blog registra os 11 anos da goleada histórica do Baraúnas sobre o Vasco da Gama: 3 a 0 em pleno São Januário, no Rio de Janeiro.

O jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil 2005.

Na partida anterior, uma semana antes, as duas equipes empataram em 2 a 2 no Estádio Nogueirão, em Mossoró.

O segundo jogo ganhou dimensão a nível nacional porque a Globo decidiu patrocinar a publicidade em cima dos seus 40 anos de fundação. Como em campo estariam dois quarentões, Cícero Ramalho pelo Baraúnas e Romário pelo Vasco, a Vênus Platinada explorou a marca.

Melhor para o Baraúnas que, além de conquistar o feito inédito de golear o Vasco, ganhou notoriedade a nível nacional. Por dias e semanas seguidas, o tricolor mossoroense foi manchete em jornais, revistas, emissoras de rádio e televisão.

A vitória do Baraúnas foi construída por Cícero Ramalho, Álvaro e Henrique, que marcaram os três gols. Os zagueiros Pedroza e Nildo ganharam elogios pelas marcação firme em Romário, não deixando o baixinho marcar gols.

Com a derrota, a diretoria do Vasco demitiu o técnico Joel Santana e uma carrada de jogadores.


Com a vitória, o Baraúnas seguiu na Copa do Brasil, sendo eliminado na fase seguinte pelo Cruzeiro, que acabou campeão da competição naquele ano.

FICHA TÉCNICA

Vasco 0 x 3 Baraúnas

Data: 20 de abril de 2005

Local: São Januário (RJ)

Gols: Cícero Ramalho, Álvaro e Henrique.

Árbitro: Edson Espiridião, do Espírito Santo.

Público pagante: 2.254

Renda: R$ 11.260,00

Vasco: Fabiano Borges; Coutinho, Adriano, Marcos e Jorginho Paulista; Osmar (Diego), Ygor, Allan Delon (Rubens) e Róbson Luiz (Gustavo); Alex Dias e Romário. Tec: Joel Santana.


Baraúnas: Isaías; Da Silva, Pedroza, Nildo e Agnaldo; Célio, Amarildo (Edinho), Val, Toni e Álvaro (Hermano); Cícero Ramalho (Henrique). Tec: Milluir Macêdo.

Fonte: Blog do César Santos
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário