Mais de 30 mil pessoas já foram vacinadas contra influenza em Mossoró


Em apenas cinco dias, a Campanha de Vacinação contra Influenza já atinge 51% do público-alvo. Já foram imunizadas 31.174 pessoas de 26 de abril – data em que a campanha foi iniciada no município – ao dia 30 do mesmo mês. Somente no Dia D, realizado neste sábado, 30, mais de 18 mil pessoas foram vacinadas nos 36 pontos de vacinação disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde. A proteção continuará disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) das zonas rural e urbana até o dia 20 de maio.

A UnP Clínica também disponibilizará a vacina, conforme seu horário de funcionamento. Estão aptos à vacinação, de acordo com determinação do Ministério da Saúde, idosos acima de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, funcionários do sistema prisional e adolescente e jovens sob medidas socioeducativas, na faixa etária de 12 a 21 anos. 

“O movimento deste sábado foi intenso durante todo o dia, nos 36 pontos de vacinação. É um dia importante, que nos ajuda a mobilizar a população pela procura da vacina e a atingirmos a meta de vacinar 80% do público-alvo até 20 de maio”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz.

Pessoas com condições clínicas especiais e pacientes com doenças crônicas não transmissíveis, independentemente da idade, também têm direto à imunização. No entanto, para esses dois grupos, é necessário documento que comprove a necessidade da vacina. Pessoas com alergia à proteína do ovo não podem receber a vacina. Pacientes com sintomas agudos de alguma doença relacionada ao mosquito Aedes aegypti (Dengue, Febre Chikungunya e Zika vírus) devem aguardar a melhora do quadro clínico.

A vacina protege contra três tipos de gripe: Influenza H1N1, H3N2 e B e é considerada a forma mais eficaz de prevenção à doença. “Porém, é importante que a população mantenha hábitos que previna a influenza, como higienizar as mãos, com lavagem frequente e uso de álcool gel, e preferir ambientes ventilados”, aconselha a secretária. 
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário