Tião diz que ingresso na política foi um “chamado”


O pré-candidato à Prefeitura de Mossoró pelo PSDB, Tião Couto, disse que o seu ingresso na política foi uma espécie de “chamado”. O empresário declarou que sua decisão também foi motivada pelo descrédito na política e políticos tradicionais. “Percebi que a mudança só virá se nós fizermos, pois a política tradicional não mais consegue atender aos anseios da população.”, ressaltou.

O pré-candidato avaliou que a desonestidade e a falta de transparência são os maiores responsáveis pelo descrédito da classe política, “A desonestidade na política é uma via de mão única, não tem volta, é incurável”, avaliou o pré-candidato.

Tião apontou que os maiores problemas enfrentados por Mossoró atualmente são segurança, saúde, transporte e a limpeza urbana, e prometeu tratá-los com prioridade 
“Proponho um plano de governo dentro da realidade financeira da cidade, responsável e sem projetos mirabolantes. É possível desde que se respeite os princípios básicos da administração”, argumentou.

O pré-candidato disse ainda que está conversando com o povo, ‘pois é o povo quem melhor conhece os problemas e as soluções para a cidade’. “Quando há um problema em uma sonda vou conversar com os meus colaboradores, eles estão lá e sabem o que está acontecendo. É assim que resolvo os problemas na minha empresa”, comparou.

Por: Magnos Alves
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário