Pais de alunos acusam prefeito de perseguição política em escola municipal


O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), está sendo acusado mais uma vez de perseguição política. O fato agora se deu em uma escola da rede municipal de ensino.

Os pais dos alunos da Escola Municipal Joaquim Felício de Moura realizaram na tarde desta terça-feira (26) um protesto na porta da escola repudiando o ato de exoneração da, agora, ex-diretora Jailma Soares da Costa.

A mãe de um estudante disse ainda que a notícia da exoneração da diretora pegou todos, alunos e professores, de surpresa, e acredita que a saída dela tenha alguma relação com perseguição política. “É bem difícil entender o motivo dessa demissão, por isso, nós conseguimos reunir um número muito grande de pessoas que são contra a decisão para protestar. Não duvido que tenha alguma relação com política”, disse.

Silveira Júnior é acusado de perseguição política em outro caso envolvendo o radialista J Nobre.

O Conselho Escolar tinha emitido uma nota na manhã de ontem repudiando o ato da exoneração, mas horas depois entrou em contato pedindo a retirada da publicação.

O presidente do conselho relatou a nossa equipe, que na próxima segunda-feira (01), irá emitir um parecer sobre uma audiência entre pais e a secretaria de educação de Mossoró.
Compartilhar no Google Plus

4 comentários: