Militares deixam RN após ataques; Governo solicita Força Nacional

Tropas federais participaram da Operação Potiguar, na Grande Natal (Foto: Caio Vale/Mossoró Notícias)
Após 21 dias, os 1200 homens das Forças Armadas que integraram a Operação Potiguar começam a deixar o Rio Grande do Norte. A saída dos militares será ainda na manhã desta quarta-feira (24). A ação, que teve por objetivo patrulhar as principais vias da Grande Natal e os pontos turísticos e o aeroporto de Natal, foi iniciada após uma série de ataques criminosos em todo o Rio Grande do Norte.

Para substituir os militares, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, se reuniu na tarde desta terça (23), em Brasília, com o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, e solicitou a vinda da Força Nacional para o Estado. "O governador foi pessoalmente entregar os ofícios para que solicitar que homens da Força Nacional venham reforçar a segurança pública do nosso Estado", confirmou a secretária do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha.

Segundo Tatiana, os ofícios não tratam de números. "Não especificamos a quantidade de homens da Força Nacional, mas reforçamos a necessidade da vinda deles". Segundo o próprio Governo do Estado, a necessidade da reforço se dá para que seja possível continuar o projeto de instalação de bloqueadores de telefone celular nas principais unidades prisionais do RN.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário